Série de vídeos “Natureza Comestível” completa primeiro ano

    logo QuercusLogoMPI_actual

 

Numa co-produção da Quercus e MPI – Movimento Pró-Informação para a Cidadania e Ambiente, foram publicados até ao momento 14 vídeos sobre diversos alimentos silvestres com uma abordagem simples e didática.

Pelo excecional valor nutricional e adaptação ao território, estes alimentos ancestrais são importantes para uma dieta equilibrada e para corrigir carências, devidas aos maus hábitos alimentares atuais. Ao readaptarmos a nossa alimentação estaremos a contribuir para uma sociedade mais sustentável e para a valorização dos nossos bosques autóctones e o apoio ao mercado emergente deste tipo de alimentos.

A nossa sociedade industrial, que abrange o setor agroalimentar, tem conduzido ao abandono da dieta tradicional e ao avanço das monoculturas, destruindo-se território, solo e biodiversidade, comprometendo assim a produção de alimentos no futuro e diminuindo a qualidade da nossa alimentação. Por outro lado, o conhecimento científico atual tem demonstrado que os alimentos silvestres são mais ricos em nutrientes, podendo corrigir as carências e desequilíbrios da dieta atual, e o nosso organismo está melhor adaptado a eles, em resultado dos milhões de anos de evolução.

Ajustar o nosso regime alimentar ao território é um dos desafios com potencialidades na melhoria da saúde, na promoção do bosque autóctone e na economia nacional, através do mercado emergente de alimentos silvestres, ou seja, para uma sociedade mais sustentável.

Esta série de vídeos surge como complemento aos livros “Ervas Silvestres Comestíveis – Guia Prático” e “Frutos Silvestres Comestíveis – Guia Prático”, editados pela Quercus em 2015 (disponíveis na loja online da Quercus). Espera-se com a mesma conseguir ampliar a divulgação dos nossos recursos naturais alimentares, porque nem sempre é fácil identificar as plantas através de fotos, ou esclarecer dúvidas no terreno, uma vez que com o afastamento do contacto mais íntimo com a Natureza deixou de haver, da forma que era praticamente generalizada, a transmissão do conhecimento entre as gerações sobre uso das plantas. Para além disso, a tradição é muitas vezes restrita nas diversas regiões do nosso país, o que acaba por condicionar a divulgação dos seus recursos naturais alimentares.

Os vídeos são de curta duração e numa abordagem prática e didática transmitem informações úteis sobre a importância, qualidade nutricional, dicas para a recoleção, conservação e utilização através da demonstração de uma (ou duas) proposta gastronómica. Ervas comestíveis, frutos, com destaque a bolota, ou as algas marinhas são os tipos de alimentos silvestres abordados nos 14 episódios disponíveis no canal do YoutubeNatureza Comestível”, com 310 subscrições e mais de 14.000 visualizações, e na Quercus TV.

Os episódios vão sendo traduzidos para inglês e vários estão já com legendas disponíveis.

Episódio n.º 13 – As amoras-silvestres

Foi hoje publicado mais um episódio, desta vez dedicado às amoras-silvestres, pequenos frutos muito comuns em todo o território de elevado valor nutricional, nomeadamente em anti-oxidantes, vitaminas K e C e ácido fólico, o que os torna medicinais: estimulam o sistema imunitário, previnem doenças degenerativas, melhoram o trânsito intestinal, melhoram o funcionamento do cérebro ou revitalizam a pele. Neste episódio são também apresentadas dicas úteis para a preparação de uma compota e sugestões de utilização.

 Equipa

A equipa de produção é composta por 3 pessoas: Alexandra Azevedo – autoria e apresentação, Nuno Carvalho – direção de câmara e Laura Varges – edição de vídeo. A tradução e legendagem é assegurada por Francisco Marques.

A Quercus e o MPI esperam que estes vídeos sejam um bom apoio à divulgação dos nossos recursos naturais, que potenciem a sua valorização e proteção.

 

Cadaval e Lisboa, 14 de setembro de 2016

A Direção Nacional da Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza

______________________________________________________________

Para mais esclarecimentos contatar:

João Branco, Presidente da Direção Nacional da Quercus | Tlm: 937 788 472 | E-mail: joaobranco@quercus.pt

Alexandra Azevedo, Mentora do Projeto “Natureza Comestível” | Tlm: 927 986 193 | E-mail: alexandraazevedo@quercus.pt e mpicambiente@gmail.com

Publicado em Uncategorized | Comentários fechados em Série de vídeos “Natureza Comestível” completa primeiro ano

Tribunal Monsanto

Banner para websites_PT

O Tribunal Monsanto, que se irá realizar em Haia entre 14 e 16 de Outubro de 2016, visa avaliar as alegações feitas contra a multinacional MONSANTO, bem como os danos causados por esta empresa transnacional.

O Tribunal basear-se-á nos “Princípios Orientadores sobre Empresas e os Direitos Humanos”, aprovados na ONU em 2011.

O Tribunal visa ainda avaliar a eventual responsabilidade criminal da empresa, tendo como base o Estatuto de Roma, tratado que estabeleceu o Tribunal Penal Internacional em Haia no ano de 2002. O Tribunal averiguará assim a conduta da Monsanto no que respeita a crimes de ecocídio, crime que se procura tipificar no direito penal internacional. O objetivo é analisar se o Estatuto de Roma, que criou o Tribunal Penal Internacional em vigor desde 2002, deve ser reformado de modo a incluir o crime de ecocídio, permitindo assim a instauração de processos criminais contra pessoas singulares ou coletivas suspeitas de cometerem este crime.

Conscientes deste desafio global, os promotores do Tribunal Monsanto apelam à sociedade civil e a todos/as os cidadãos do Mundo a contribuírem para esta iniciativa única, através da doação de fundos a esta grande campanha internacional.

Defender a segurança do planeta, e as condições de vida, diz respeito a todas as pessoas. Apenas a ação coletiva pode parar esta máquina de destruição!

O Tribunal Monsanto pretende ser um espaço de ideias plurais. A organização do Tribunal Monsanto irá rejeitar todos e quaisquer comentários cujo conteúdo se revele de natureza violenta, racista, sexista, homofóbico ou transfóbico.

Website: http://www.monsanto-tribunalp.org
Contactos: info.pt@monsanto-tribunal.org

Publicado em Contra Herbicidas | Comentários fechados em Tribunal Monsanto

Novidades sobre GLIFOSATO: primeiras análises em Portugal e programas de televisão

Desde a nova classificação da OMS como potencial cancerígeno para humanos do pesticida mais utilizado em todo o mundo, o herbicida GLIFOSATO, as notícias têm vindo em avalanche, mas agora há notícias e acontecimentos em Portugal a merecer destaque: as primeiras análises revelam situação descontrolada de contaminação por este pesticida e houve uma cobertura televisiva na RTP1, no Biosfera, abertura do telejornal de 29 de abril e a reportagem Linha da Frente a 30 de abril.

– Comunicado: GLIFOSATO – O HERBICIDA QUE CONTAMINA PORTUGAL, PTF, 30/04/2016

A Plataforma Transgénicos Fora (PTF), da qual o MPI é parceiro, em colaboração com o Detox Project (detoxproject.org) realizou análises à urina de 26 voluntários portugueses e ainda a amostras de trigo, aveia e leite, apenas o leite foi negativo, e os resultados à urina não só foram positivos em 100% das amostras como os valores encontrados foram surpreendentemente elevados, mais elevados que os detetados noutras análises realizadas noutros países, entre 12.5 e 32.5 ng/ml, com um valor médio de 26.2 ng/ml que é cerca de 260 vezes superior ao valor permitida na água de bebida! Para ler mais:http://www.stopogm.net/glifosato-herbicida-que-contamina-portugal

– Biosfera (XIII) – Quais os impactos do glifosato na saúde das populações (episódio 31), 16/4/2016:http://www.rtp.pt/play/p1995/e232074/biosfera , a destacar o testemunho de 2 autarquias que subscreveram o manifesto “Autarquia sem glifosato”, a freguesia da Estrela (Lisboa) e o município de Castelo de Paiva.

– Abertura do telejornal de 29/4/2016: http://www.rtp.pt/play/p2226/e233744/telejornal , noticia a os resultados preocupantes encontrados nas primeiras análises realizadas em Portugal ao glifosato pela Plataforma Transgénicos Fora e a reportagem Linha da Frente a emitir no dia seguinte.

– Reportagem LINHA DA FRENTE (XVIII) – Erva Daninha (episódio 16), 30 de abril, logo após o Telejornal:http://www.rtp.pt/play/p2231/e233809/linha-da-frente
Reportagem sobre o herbicida mais utilizado em Portugal e no Mundo, na agricultura e na jardinagem, o Glifosato. A RTP, através da Plataforma Transgénicos Fora, quis saber o que se está a passar com as famílias portuguesas. Foram enviadas amostras para um laboratório de uma universidade norte americana e os resultados são assustadores.

Publicado em Contra Herbicidas | Comentários fechados em Novidades sobre GLIFOSATO: primeiras análises em Portugal e programas de televisão